O papel das células tronco no tratamento da diabetes mellitus

  • Jéssica Caroline Bispo

Resumo

RESUMO:
A Diabetes Melittus do tipo I (DM1) é um distúrbio metabólico caracterizado pela deficiência de insulina devido à destruição das células produtoras de insulina do pâncreas. Essa doença, de caráter imunológico, tem como ocorrência a hiperglicemia crônica sendo para o diabético imprescindível a administração de insulina. O Diabetes Mellitus tipo II (DM2), é decorrente de um defeito na ação da insulina. Além de estar relacionado com a resistência à insulina, tem correlação com a obesidade androide, dislipidemia e hipertensão arterial. Essas doenças metabólicas podem ter consequências cardiovasculares e microvasculares e, para que ocorra uma maior chance de controle e regressão, o diagnóstico precoce é essencial. Ambas descrevem uma desordem metabólica, resultantes da secreção e ação da insulina. Este trabalho tem como objetivo demonstrar que as células tronco podem ser promissoras para o tratamento de indivíduos portadores de Diabetes Mellitus. Palavras chaves: diabetes melittus, etiologia, obesidade, imunologia das diabetes

Publicado
2021-09-15