A entrega do planejamento alimentar proporciona a melhoria da qualidade da alimentação?

  • Larissa Cristina Munaro
  • Melissa Braggion Vicente

Resumo

RESUMO:
Objetivo: Verificar se a entrega do planejamento alimentar proporciona a melhoria da qualidade da alimentação. Materiais e métodos: Estudo de caráter transversal observacional. A auto avaliação foi realizada através de prontuários e de entrevistas relatando o recordatório de 24h antes e depois da orientação nutricional, com intervalo de 15 dias e analisada pela evolução do consumo alimentar. A qualidade da dieta foi avaliada por meio do Índice de alimentação saudável dividido por doze componentes, sendo oito para consumo adequado e quatro para consumo moderado. Cada componente do índice tem uma pontuação mínima e máxima. A soma das pontuações produz uma pontuação geral, em uma em uma escala de 0-100%; a qualidade da dieta é posteriormente classificada como baixa ( 80%). Resultados: Observou-se que a entrega do planejamento alimentar somente, não é capaz de proporcionar mudanças nos alimentos consumidos. O estudo compreendeu 100 participantes com idade média acima de 41 anos. A população composta foi em sua maioria mulheres (80%). Foram analisadas variáveis sociodemográficas, renda e outras de saúde. Verificando o consumo alimentar, constatou-se não houve diferenças entre o planejamento antes e depois da entrega do cardápio. Conclusão: Considerou-se que somente a entrega do planejamento alimentar não é capaz de proporcionar mudanças na qualidade dos alimentos consumidos sendo necessário continuidade do tratamento nutricional.
Palavras-chave: Diabetes. índice de alimentação saudável. Hábitos alimentares.

Publicado
2021-09-18