Efeito de um protocolo de cinesioterapia sobre a capacidade funcional, equilíbrio e qualidade de vida de uma idosa: relato de caso.

  • Alessandra Ferraz de Campos
  • Marianne Guimarães Siqueira

Resumo

RESUMO:
Queda é um evento onde há contato não intencional de um indivíduo com uma superfície de apoio e ocorre devido a alterações do equilíbrio e outras afecções, gerando malefícios à saúde e redução significativa na qualidade de vida. Este estudo avaliou a eficácia de um protocolo cinesioterapêutico, que teve como objetivo reduzir o risco de quedas em uma voluntária idosa e conhecer os benefícios do tratamento fisioterapêutico. Uma voluntária de 66 anos foi submetida a 11 semanas de intervenção cinesioterapêutica na própria residência, totalizando 22 sessões, 2 vezes por semana. A avaliação incluiu anamnese, dados clínicos, testes e questionários como TimedUp& Go “TUG”, Romberg, SF- 36; Mini Exame do Estado Mental; Bomfaq, Índice de Katz; Escala de Equilíbrio de Berg, Teste de Alcance Funcional Frontal - TAF, Teste Dedo-Chão; Percepção em relação ao medo de cair - FES-I. A intervenção constou de um protocolo subdividido em A e B, que incluiu aquecimento com exercícios aeróbios, alongamentos, fortalecimento, treino de equilíbrio, marcha, coordenação e relaxamento. Houve melhora na força muscular em membros inferiores, do equilíbrio e capacidade funcional, porém, declínio da força muscular no membro superior esquerdo, devido ao hobby que foi realizado com maior intensidade no período da pandemia. Diante da queixa, foi realizado crioterapia e orientação. Observou-se melhora da qualidade de vida, nos aspectos físicos, minimizando assim os riscos de quedas e adquirindo maior independência funcional.
Palavras-chave: Fisioterapia, quedas, cinesioterapia

Publicado
2021-09-18