Doação de órgãos: um olhar sobre a perspectiva familiar

  • Vitória Elem de Oliveira Magalhães

Resumo

RESUMO: Introdução: O presente estudo relata a importância do profissional da saúde diante do processo de doação de órgãos e no acolhimento da família, levando em consideração destes fatores na decisão da família que está vivenciando o processo de doação de órgãos.Objetivo: Analisar as etapas de comunicação entre o profissional da saúde e familiares durante a entrevista realizada no processo de doação de órgãos. Método: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, realizada entre 01 de abril à 04 de maio de 2020, foram levantados dados no ambiente virtual pela Biblioteca Virtual de Saúde. Após a leitura dos artigos, 13 foram considerados pertinentes para a análise. Resultados e discussões: Destaca-se a educação continuada/permanente dos profissionais da saúde como estratégias de qualificação profissional para a abordagem familiar, já que a forma como a família do paciente é acolhida durante o processo de doação de órgãos que geram resultados significativos na decisão de doação de órgãos e tecidos. Conclusão: Para o enfrentamento desta temática é necessário, melhorias na assistência prestada aos familiares e o acolhimento empático e humanizado com seus sentimentos neste momento. Palavras-chave: Obtenção de tecidos e órgãos; Pessoal da saúde; Acolhimento

Publicado
2021-10-16