Iniquidades Raciais em Saúde no Brasil: uma revisão integrativaRacial Inequities Health in Brazil: anintegrativereview

  • Marcos Paulo Rodrigues

Resumo

RESUMO:
Introdução: Trazer o conceito de iniquidade racial. Objetivo: Analisar as iniquidades raciais e sua interferência nos determinantes sociais de saúde da população negra no contexto do SUS por meio de uma revisão da literatura. Método: revisão integrativa da literatura brasileira, realizada entre fevereiro e julho de 2020, utilizando a base da Biblioteca Virtual de Saúde. Resultados e Discussão: após análise dos artigos que compuseram a amostra foram criadas três categorias temáticas: Mecanismo estrutural de exclusão racial: o Racismo Institucional e suas manifestações, Impacto das Iniquidades raciais nos determinantes do processo saúde-doença, Conhecimento dos profissionais de saúde relacionado à promoção da saúde da população negra. Os principais resultados obtidos evidenciam a manifestação do racismo em diferentes segmentos, que criam barreiras e dificultam o acesso a saúde, implicando na qualidade e expectativa de vida da População Negra. Considerações finais: Compreende-se que o racismo produz desigualdades e iniquidades que permeiam toda a sociedade, através de práticas discriminatórias, falta de acesso à saúde e o esvaziamento de políticas públicas. Ressalta se também a necessidade de mais estudos sobre a temática, para enriquecer o debate, capacitar profissionais de saúde e promover equidade na assistência a esta população.
Palavras-chave: Iniquidades em saúde; Racismo; Desigualdade Racial em Saúde; Saúde da População Negra; Determinantes Sociais na Saúde.

Publicado
2021-10-18