Memes: intertextualidade e construção de sentido

  • Natália Begnami Pissaia

Resumo

RESUMO:
O objetivo geral deste artigo é caracterizar o novo fenômeno da linguagem conhecido como meme, como se dá a sua interpretação, construção de sentido e qual seu impacto na vida dos jovens no âmbito educacional. A construção de sentido baseada na importância da intertextualidade e das referências externas de cada leitor ao interpretar o texto é o ponto chave desse trabalho. A metodologia utilizada foi levantamento bibliográfico sobre o tema para compreender como os principais estudiosos abordam esse tema. Verificamos a necessidade de três componentes principais (intertextualidade, viralidade e repertórios vernáculos), que dialogam entre si para plana interpretação desse texto multimodal. Pudemos concluir que cada meme veiculado para o tipo certo de comunidade e leitor necessita das referências extratextuais e de bagagem cultural para compreensão e construção de sentindo e, portanto, permitem que o texto tenha o efeito desejado.
Palavras-chave: Memes, intertextualidade, viralidade, repertórios vernáculos.

Publicado
2021-10-18