Cristianismo e Paganismo: A cultura e Religião Nórdica Antiga através da Jornada do Herói no poema épico “Beowulf”

  • Acácio S. Souza

Resumo

RESUMO:
Este artigo tem o objetivo de discutir sobre aquele que é tido como o primeiro e mais importante registro literário da literatura medieval inglesa, em uma nova visão e análise da origem do épico milenar: “Beowulf”. A pesquisa se baseou principalmente em estudos literários realizados ao longo dos anos acerca do poema épico Beowulf e suas diversas traduções, em especial, as de J. R. R. Tolkien, Seamus Heaney e Erick Ramalho. A base teórica é constituída por Jorge Luis Borges, Joseph Campbell, Carl Gustav Jung, SnorriSturluson, Michael Collins entre outros. Desse modo, pretende-se discutir o poema épico anglo-saxão Beowulf, datado do século VIII d.C., e as características pagãs e cristãs nele presentes, a partir de uma análise e perspectiva literária, histórica, cultural e didática, buscando especificamente, através da jornada do herói Beowulf, questionar e apontar a relação entre o paganismo e o cristianismo na obra, com o propósito de revelar que o poema originalmente era pagão, sendo redescoberto e apropriado pelo cristianismo.
Palavras-chave:Beowulf. Poema Épico. Literatura Inglesa. Paganismo. Cristianismo.

Publicado
2021-10-18