Limites na educação infantil: uma tarefa complexa

  • Luciana Piconi
  • Vanessa Pereira Machado de Jesus

Resumo

RESUMO:
Obediência às regras estabelecidas, sobretudo nas creches, não é algo que se faça de forma tranquila pelas crianças. Partindo da hipótese inicial de que a dificuldade em respeitar as regras estejam relacionadas à falta de limites no âmbito familiar, torna-se importante compreender como acontece a construção de regras na Educação Infantil; identificar as razões pelas quais algumas crianças apresentam mais dificuldades em respeitá-las; entender a relação entre construção de regras e o desenvolvimento moral de crianças de 0 a 3 anos. Diferentes visões sobre indisciplina, papel do professor e a análise sobre as formas em que se dão as regras práticas escolares, constituem-se relevantes neste estudo. A Metodologia utilizada será referendada pela revisão sistêmica da literatura, análise da legislação; artigos publicados no Scielo e Google Acadêmico, além de autores que abordam essa temática, com o intuito de conhecer formas de agir diante das situações vivenciadas no cotidiano das creches. Como objetivos específicos estão o conhecimento dos fundamentos legais e propostas para a Educação Infantil; a importância da formação moral da criança; e, identificação de regras e limites escolares construídas dentro da instituição escolar, buscando compreender porque algumas crianças da Educação Infantil apresentam dificuldades em respeitar regras. O contexto analisado remete-nos a avaliar, mesmo de forma não conclusiva, que as crianças que frequentam as creches necessitam de apoio e orientação por parte da família e da escola, no sentido de ajudá-la a relacionar-se com as demais pessoas e desenvolver a sua autonomia. Palavras-chave: Educação Infantil. Indisciplina. Limites. Regras.

Publicado
2021-10-19