Educação inclusiva no ambiente escolar: problematizações e perspectivas

  • Júlia Bandeira da Silva Pereira
  • Raiane Galvão da Costa Teixeira

Resumo

Com experiências vivenciadas durante o estágio supervisionado, ao longo da formação inicial no curso de Licenciatura em Pedagogia, observou-se especificamente a educação inclusiva, no ensino público regular. A partir daí, surgiram inúmeras inquietações, despertando o interesse em abordar as problemáticas da exclusão e as perspectivas de uma escola inclusiva, previsto nas leis vigentes do país. O estudo objetiva identificar os fatores que designam a integração da inclusão, diante dos desafios no contexto educacional contemporâneo. Para a elaboração do texto recorreu-se a revisão da literatura e análise de documentos e ordenamentos jurídicos que asseguram a educação inclusiva no Brasil. Ao longo do texto são descritas ações docentes frente as práticas pedagógicas, enfatizando uma reflexão crítica dialética. Com base nos elementos mencionados, buscou-se analisar proposições positivas e fatores que remetam a uma escola realmente inclusiva. Durante a pesquisa considerou-se que existem lacunas no ensino inclusivo, dentre os fatores que implicam nestas, a falta de preparação inicial e formação continuada dos professores, ocasionando o despreparo para realizarem adaptações curriculares. Conclui-se que há necessidades de uma reorganização no âmbito educacional, partindo do pressuposto de melhorias nas políticas públicas programas que englobam a temática de inclusão educacional na educação básica.
Palavras-chave: Adaptações Curriculares. Formação Inicial e Continuada. Inclusão Escolar.

Publicado
2021-10-19