Tratamento e Diagnóstico de Epidermólise Bolhosa

Resumo

A epidermólise bolhosa é uma patologia não contagiosa e rara, podendo ser genética ou hereditária, causada por mutações nas proteínas da pele. As bolhas podem ser espontâneas ou originadas por algum trauma mínimo sobre o local lesionado, considerado uma das principais manifestações clínicas da doença. Existem quatro tipos de epidermólise bolhosa: epidermólise bolhosa simples, epidermólise bolhosa juncional, epidermólise bolhosa distrófica e síndrome de Kindler. Seu diagnóstico é realizado através de achados laboratoriais, biopsia da pele, imunomapeamento, análise das mutações e microscopia eletrônica que é considerado um método padrão-ouro. O tratamento tem como principal objetivo controlar o caráter autoimune da doença, tendo como maior desafio o aparecimento de bolhas sobre a pele do paciente, pois sem o tratamento adequado, podem desencadear tumores malignos, sendo uma das principais causas de óbitos dos portadores desta patologia.

Publicado
2021-12-10