Consulta de enfermagem no puerpério na atenção básica: uma revisão de literatura

  • aline zanatta Faculdade de Americana-FAM
  • Giovana Almeida Lopes
  • Grace Pfaffenbach
  • Cristiane Pereira de Castro

Resumo

Resumo

Introdução: O puerpério é uma fase de vulnerabilidade na qual a mulher passa por intensas transformações físicas, mentais e sociais. Objetivos: Descrever as ações do enfermeiro na consulta de enfermagem no período puerperal, com enfoque no vínculo com a puérpera. Método: Revisão integrativa da literatura, que foi realizado entre março a maio de 2020, em pesquisa realizada na Biblioteca Virtual da Saúde (BVS), no período de 10 anos (2009 a 2019). Como questão norteadora: “Como são realizadas as consultas do puerpério pelo enfermeiro em mulheres que realizaram o pré-natal?” Resultados e discussões: Através das análises dos artigos obtidos, surgiram as seguintes categorias: “Os sentimentos e necessidades da puérpera: o papel do vínculo e acolhimento” e “A consulta puerperal e o acompanhamento do binômio mãe-bebê na Atenção Básica”. Os principais resultados obtidos mostraram um déficit em relação as consultas puerperais, sendo pela baixa adesão e pelos preparos ineficazes dos profissionais de enfermagem, onde o cuidado foi apresentado somente com o neonato, educações em saúde incipientes e o baixo vínculo com a puérpera, acarretando prejuízos ao binômio mãe-recém-nascido. Nos resultados em relação as consultas de enfermagem, obtiveram poucos pontos positivos, sendo rápido agendamento de consultas, atendimento imediato em casos de intercorrências e orientação e suporte para esclarecer dúvidas, principalmente no aleitamento materno. Considerações finais: É necessário a mudança do modelo assistencial, promovendo o olhar holístico, criação de vínculos, escuta qualificada e terapêutica, acolhendo as necessidades da mulher de forma humanizada, gerando empoderamento e maior conforto para realizar os cuidados com seu filho.

Publicado
2021-12-10