RESISTÊNCIA ANTIMICROBIANA NA SAÚDE ANIMAL E PÚBLICA: REVISÃO DE LITERATURA

  • Ariadiny Assumpção
  • Julia Brenda Lopes
  • Jhenniffer Fernanda
  • Leticia Barbosa
  • Patricia Lacava fam

Resumo

Ao longo da existência da humanidade e toda sua evolução, o ser humano se encontra também passando pela experiência da evolução das doenças infecciosas causadas por diversas espécies bacterianas como, infecções de garganta, ouvido, urinárias, sepse, entre outras, essas enfermidades podem ser as causas de muitas mortes quando não tratadas ou não tratadas adequadamente. A antibiótico terapia foi por muitos anos a grande solução para todas essas infecções, ainda é a melhor solução, pois quando se detecta através de exames laboratoriais qual a bactéria presente no indivíduo e qual o  antibiótico ideal a ser usado é possível um prognóstico muito bom para o paciente, porém o uso irracional de antimicrobianos é o que fez surgir ao longo dos anos a temida resistência bacteriana, um problema da atualidade para tratamento de enfermidades causadas por diversas espécies de bactérias. É a atual preocupação da saúde pública mundial, incluindo governos, indústria farmacêutica, médicos, médicos veterinários, profissionais da saúde em geral e sociedade. Por isso a cautela e todo cuidado é de extrema importância na utilização da antibiótico terapia, se atentando ao medicamento correto sob aquela bactéria em proliferação, se atentar a posologia, cada detalhe nesse protocolo é importante para evitar a disseminação da resistência, ou corremos grandes riscos de daqui alguns anos não termos antimicrobianos potentes suficientemente para serem usados, sendo assim a escolha será somente em tratar sintomas e não a causa base da enfermidade, levando o paciente ao risco eminente de morte.

Publicado
2021-12-10